Let’s Play Minecraft – Parte 6

30 04 2011

Antes de escrever o post, o Creeper gostaria de enviar uma mensagem para todos os jogadores de Minecraft.

Porra Lemos. Você só demora para fazer as coisas hein?


Além do vídeo, quero falar um pouco sobre o futuro do Let’s Play de Minecraft. Continuaremos fazendo a série, porém, a história irá mudar um pouco nas próximas partes, já que optamos por mudar de servidor para podermos jogar com mais amigos. Ou seja, agora não haverá apenas eu e o Neto. Além disso, já temos várias casas prontas, aaaah, vocês verão.

E dessa vez o Neto prometeu não se apegar demais as flores.





Let’s Play Portal 2 (Co-Op): Parte 1

28 04 2011

Esse bonito post foi feito Por Lemos. Deal with it.

Não deixamos Minecraft de lado, ok? Só aconteceu de um creeper explodir perto de uma flor do Neto e ele resolveu parar tudo.

Mas então senhores, com o lançamento de Portal 2 e a incrível adição do modo Co-op, não podíamos perder a oportunidade de fazer idiotices para vocês. Pretendemos de verdade terminar o co-op (pois o Neto não terminou, devido ao medo e ansiedade) com vocês, e até lá, espero que nenhuma GLaDOS destrua meus arquivos de vídeo.

Meu microfone ficou baixo, adivinha de quem foi a culpa? Adivinha! Acho que muitos vovôs ai devem saber de quem foi.

Quase me esquecendo, obrigado por tudo Valve e diversas empresas que fizeram ótimos jogos e ajudaram no puta enigma do Potato Sack.





PlayClaw – Conheça esse programa que bate de peito com Fraps.

27 04 2011

Se você conhece o Fraps, certamente nunca deve ter ouvido falar sobre PlayClaw. Pois isso se deve ao fato de PlayClaw também ser um programa destinado para o mesmo objetivo, gravar vídeos de jogos. E entre nós, ele faz isso de uma maneira muito boa.

PlayClaw é um programa leve, algo em torno de 4 MB após instalado. Mas não deixe o tamanho te enganar, o programa é grande e oferece uma ampla variedade de opções para melhorar o desempenho e acredite, conforto durante a gravação.

As opções variam desde o nível de qualidade de compressão de um vídeo até as opções de se mostrar temperaturas da GPU e tamanho do arquivo a ser gravado. Essas opções, em primeiras impressões, podem parecer pouco úteis, mas quando se vem a prática, elas são EXTREMAMENTE úteis e fazem uma falta danada em outros programas após saber da existência delas em PlayClaw.

Além da ampla variedade de opções e configurações para tornar sua gravação melhor conforme você desejar, o programa também capricha durante a gravação no quesito desempenho. Tive a oportunidade de gravar um gameplay de Portal 2, e depois o mesmo gameplay só que utilizando Fraps. A diferença, em meu caso, foi absurda. Meu fraps conseguiu fazer apenas 27 FPS enquanto o PlayClaw conseguiu 40 FPS. Juro que fiquei surpreso e tentei verificar se tinha algo de errado no Fraps, e até agora suspeito que tenha algo de errado mesmo.

Este vídeo não foi feito por mim. Em breve farei um para mostrar melhor o desempenho e qualidade.

Mas posso afirmar que em meu caso o PlayClaw se saiu melhor. A qualidade entre os dois programas não sofre diferenças notáveis, mas meu olho conseguiu ver um pouquinho a mais de qualidade no vídeo gravado pelo Fraps, mas não foi uma diferença considerável a ponto de poder comer 80 FPS do meu lazer.

Quanto ao som, a qualidade está plenamente aceitável, porém tive certa dificuldade em configurar meu microfone no PlayClaw, mas depois de uns ajustes na barra de volume, consegui um resultado agradável.

No fim, se você possui Fraps e já está acostumado com ele, não acho que a troca seja realmente-realmente-realmente necessária. Aconselho você testar a versão trial de PlayClaw e realizar alguns testes para ver se o programa realmente se sai melhor que o Fraps em sua máquina, pois pode ocorrer variações de PC para PC. Mas, se for escolher entre os dois, considere a idéia de pegar o PlayClaw, pois o programa está fazendo progresso e marcando seus passos na internet, e com certeza possui qualidade o suficiente para bater de frente com o antigo e velho Fraps.

Se quiser baixar a versão de testes para dar uma olhada mais de perto no programa, basta clicar aqui. Para obter acesso a versão completa de PlayClaw, você pode comprar ele por $29,95 no site oficial, clicando aqui.





Ace of Spades, fuja do comum nesse jogo!

22 04 2011

Por Lemos

Você provavelmente nunca deve ter ouvido falar sobre Ace of Spades, mas isso é normal, sabendo que o jogo “apareceu” recentemente.

Tentando explicar o que é Ace of Spades… Ele é um jogo FPS que contém elementos sandbox  e gráficos ao estilo de Minecraft (sim, blocos e picaretas ftw). A diferença, é que neste jogo você não vai construir sua casinha ou fugir de creepers, mas sim guerriar.

São dois times, o Verde e o Azul, que irão se enfrentar em um mapa com rios e montanhas, onde os jogadores podem criar bunkers, cavar túneis e trincheiras para conseguir obter vantagem e roubar a inteligência (uma maleta cheia de papéis inúteis, sabe?) do inimigo, e ao mesmo defender a própria.

O interessante é ver a cooperação do time para construir um bunker ou fortaleza (ou não, as vezes sempre tem um sem noção que faz um orgão sexual no meio do mapa), enquanto o outro time cava túneis atrás da sua linha de defesa.

Os gráficos são bem fracos, mas mesmo assim a diversão acontece ao ver o que ocorre quando você libera a possibilidade de construção para 32 jogadores (o máximo de jogadores em um servidor), o jogo fica melhor ainda quando jogado com algum amigo. Ah, vale lembrar também que o jogo está em fase de desenvolvimento BETA e está livre para download!

Se quiser ver como o jogo é durante a ação, só ver o video feito pelo grande Romagnolo:

Tivemos a chance de entrevistar o Romagnolo enquanto ele andava na rua, vejamos o que ele disse sobre o jogo:

“Seguir padrões na vida é algo muito importante, mas mais importante é agir fora deles. Ace of Spades faz isso. Apesar de simples e gráficos nada surpreendentes, ele foje totalmente do atual molde de jogos existente. Infelizmente todos parecem sair de uma mesma fôrma: jogo de tiro, guerra no oriente médio, você é das forças especiais, alguns amigos imortais, mtos tiros, tela suja de sangue e vc salva os Estados Unidos e por conseqüência o mundo. ACE OF SPADES não oferece gráficos revolucionários, não oferece história, ele traz ao mundo dos games a idéia da inovação. Nunca foi tão divertido construir bunkers, cavar trincheiras, fazer bonecos de sua cor para atrapalhar o inimigo, construir sistema de túneis até a base inimiga e rir de pintos cor-de-rosa no meio de um campo de batalha cheio de buracos de granadas. Originalidade e simplicidade somado com muita diversão são os advjetivos que podem definir Ace of Spades.”

Finalizando o post, se quiser jogar o jogo, é só clicar aqui e baixar ele. Depois de baixar e instalar, você pode configurar seu nome indo na pasta do jogo e editando o arquivo config.ini com o bloco de notas, é só colocar seu nome no lugar de “Deuce”. Após terminar de configurar seu nome (opcional), para entrar em algum servidor é só clicar novamente aqui, desça a página um pouco e você verá uma séria de links, esses são os servidores. Para entrar em um, basta clicar no link e depois em Sim.

Haters gonna hate.





Portal 2 – Temos ai o nosso GOTY?

22 04 2011

Por Lemos

Portal 2 virou a febre desse mês. E não foi atoa, a Valve realmente caprichou nesse jogo, assim como no marketing (Gabe: They see me rollin’, they hatin’).

Alguns segundos antes do lançamento, lá estava eu, 3 horas da manhã acordado ansioso para o lançamento. Assim que o jogo foi liberado, em menos de 8 horas o contador de jogadores foi para 90.000, sendo um deles eu mesmo. Acho que nunca gritei tanto enquanto jogava co-op, inclusive quase virei pérola de vergonha alheia no Youtube (maldito seja Romagnolo! Sério, não clique no link dele, não faça isso).

Após fechar todo o jogo, aqui estou eu trazendo a vocês uma pequena review do jogo:

 Os gráficos estão ótimos! Principalmente pelo design dos mapas, algo que surpreendeu muita gente. A mistura de laboratórios tecnológicas e plantas gerou um ambiente único e gostoso de se olhar. As texturas estão um pouco borradas, provavelmente devido ao porte para os consoles? Mesmo assim, é íncrivel ver o avanço realizado na engine Source, que está com nós já faz anos.

  O jogo mantém a mesma jogabilidade de Portal, porém agora você verá algumas cutscenes mais elaboradas e terá a chance de olhar para seus próprios braços (sem olhar por um portal, olha que legal!). O jogo agora tem uma duração maior, cerca de 8 horas sem contar a campanha co-op. Os puzzles agora não necessitam muito de lógica e sim de atenção e muita observação, ah e você não precisa mais ser um macaco para pular entre portais.

PUTA QUE O PARIU. Sério, eu posso falar isso aqui né Neto? Beleza, a GLaDOS libera. Sinceramente, uma das melhores histórias que eu já vi em um jogo. A imersão é MUITO grande, os personagens, a GLaDOS, eles possuem personalidades únicas, você se relaciona com eles de verdade, você com certeza vai solta risos enquanto ouve ao pequeno Wheatley e sentirá raiva enquanto ouve a GLaDOS com seu sarcasmo épico. Mas não se esqueça, se quer jogar Portal 2, jogue o 1 primeiro e entenda a história (se não souber ingles, aprenda, seu brasileiro sem costume L)!

Confesso que durante o jogo não consegui prestar muita atenção na música (sério, eu te desafio a isso), mas é interessante notar que você possui uma certa interatividade com ela. Em certos momentos, quanto mais rápido você se movimenta pelos portais, mais rápido a música rola. Mas, a Valve sendo a Valve, colocou uma puta de uma musiquinha boa durante o final do jogo, vale a pena completer o jogo só para ter o prazer de ouvir essas músicas.

 

Ta ai uma graaaaaaande novidade em Portal 2. O multiplayer co-op! A coisa mais divertida que você vai encontrar nesse jogo, sem dúvidas. Sério, fazer seu amigo dar rage quit (como eu fiz) não tem preço. Fazer o Neto te xingar também não, vai por mim.

Esse jogo contém batatas e foi feito pela Valve.   

Fortíssimo candidato para Jogo do Ano. Sem o menor sinal de dúvida sobre isso! E se você ainda insiste em perguntar “Eu devo comprar o jogo?”, então aqui vai uma protip, nem perca tempo com a conclusão. Compre logo, for science, you monster.

______________________________________

Finalizando o tópico, se você viveu em uma caverna durante esses dias, assista o trailer de Portal 2 enquanto eu digo tchau. Tchau.

Ah sim, mandarei um abraço digital para meu amigo Drudi, que fez o Portal 2 parcelado em 1000 vezes. Só amanhã, no profile do Drudi! Não, ele não é vendedor, mas pode encher o saco dele, quem sabe ele compra-te algo.





Parte 5 do Let’s Play Minecraft

7 04 2011

Saaalve Galera!

Faz um tempinho já que não nos falamos, porém, atendendo a pedidos, cá estou eu de volta trazendo a parte 5 do nosso mega blaster hiper mega foda Let’s Play de Minecraft.

Vejam a felicidade do Lemos com a cama e com os novos efeitos de iluminação.
É uma baitola mesmo…

Divirtam-se e não deixem de comentar/assinar nosso feed RSS e nos seguir no twitter!





Duke Nukem: Forever, lembre-se de lavar suas mãos após jogar

1 04 2011

Por Lemos

Não preciso explicar nada, certo? Mas apenas deixo claro que  são coisas assim que fazem o Duke Nukem ser O Duke Nukem. Afinal, onde mais você tem a possibilidade de  arremessar cocô atômico dejetos em inimigos?

Duke Nukem: Forever será lançado dia 14 de Junho, e estará disponível para PC, PS3 e Xbox 360.