DLC “tapa-buraco” de Left 4 Dead = Epic Fail by Valve.

29 09 2009

Por Henrique Neto

É isso mesmo pessoas…
Dificilmente vocês irão me ver falando mal da Valve mas dessa vez…
Sinceramente, não sei o que os produtores/desenvolvedores/mulas paralitícas estavam pensando quando desenvolveram essa campanha.

Sério. Tudo que havia de legal e de divertido nas campanhas origináis foi deixado de lado.

Crash Course é uma típica atualização cala a boca de boicoteiros “tapa-buraco”. Ou seja, foi feita apenas para o comunidade do Left 4 Dead original não poder dizer que a Valve não cumpriu com a promessa de DLCs para o jogo original.
O fato é, tal DLC demorou uma eternidade para ser lançado e ainda foi atrasado mais uma semana.
A atualização primeiramente estava anunciada para ser lançada dia 23 de Setembro sendo que alguns dias antes do dia 23, foi anunciado que a mesma seria atrasada em mais uma semana, sendo lançada hoje: Dia 29 de Setembro.
Enfim, esses são só alguns fatos que me fizeram odiar gostar MENOS ainda essa nova “campanha”.
O que acontece é que todo aquele “charme” das campanhas originais foi perdido. A idéia da Valve era fazer uma campanha de curta duração que ligasse o final da campanha “No Mercy” com o início da campanha Death Toll. Ok. Até ai, beleza. O problema é: eles não fizeram isso!

A nova campanha começa após o piloto do helicoptero, utilizado na fulga do Mercy Hospital, se transformar em zumbi e derrubar o helicoptero….. Tá…. E como os personagens não morreram?? Comofas??
Enfim, ignorando o fato de eles sairem vivos e sem nenhum arranhão de um acidente de helicoptero, fato que por si só já é bem forçado, a nova campanha não traz nenhum video e nem qualquer tipo de explicação.
Outro fato é que além dos fatos supra-citados, você se encontra no meio de algum tipo de depósito de contâiners ou pátio de caminhões (não consegui definir ao certo) cheio de zumbis espalhados por todos os cantos. Okay, isso era de se esperar de um jogo de zumbi DUH!!.

O triste é que a ambientação é simples, sem graça, sem personalidade. Por exemplo: Na campanha “No Mercy”, você se encontra em um bairro residencial que lembra um pouco do Queens de Nova Iorque e tem que encontrar o seu caminho atravéz de uma linha de metrô e por esgotos até chegar ao topo do Mercy Hopital para ser resgatado.

"Finale" da campanha "No Mercy".

"Finale" da campanha "No Mercy".

Fuga de helicoptero de topo do hospital. Helicoptero esse que se acidenta no começo da nova campanha "Crash Course"

Fuga de helicoptero de topo do hospital. Helicoptero esse que se acidenta no começo da nova campanha "Crash Course".

Outro problema dessa nova campanha é o fato das duas minusculas fases insignificantemente pequena de menor de tamanho curtas fases serem muito confusas, cheias de portas e caminhos que você pode tomar. Okay, eu sei, lineariedade demais é chato, MAS, lineariedade de menos também é BEM chato. Hoje mesmo enquanto testava o novo DLC, cheguei a dar duas voltas pelo mesmo lugar tentando achar o “caminho” da fase. Irritante demais! Se o Left 4 Dead 2 seguir a mesma linha para desenvolvimento das fases, o jogo vai ser BEM mais chato. Isso na minha opinião, é claro.
Enfim, para que vocês entendam melhor, gravei 2 videos jogando a mini campanha. Não foi a minha melhor performace, mesmo porque, já estou sem jogar Left 4 Dead a um bom tempo.
Espero que vocês gostem.

Parte 1

Parte 2

Agora, alguns bonus plus ultra mega special:

Separados no nascimento ou "bico" extra do Francis enquanto o DLC não saia?

Separados no nascimento ou "bico" extra do Francis enquanto o DLC não saía? Francis do Left 4 Dead (esquerda) e Johnny da expansão "The Lost and Damned" do GTA IV (direita)

PILLS HERE!

PILLS HERE!

Abraços a todos.





Crash Course: Finalmente o tal DLC prometido pela Valve… Valeu ae tá? Obrigado!

29 09 2009

Por Henrique Neto

É galerinha insert giria here.
Depois de milênios muito tempo esperando, a Valve liberou um dos tais e tão prometidos DLCs.
Crash Course é uma campanha de curta duração que liga os acontecimentos da primeiro campanha (No Mercy) com o inicio da segunda campanha (Death Tool). Ao que tudo indica, o piloto do helicopter que é utlizado para escapar do telhado do “Mercy Hospital” estava infectado, fato que eu já havia notado e se você prestar atenção na resposta do pilto ao rádio, notará que ele diz que já foi mordido por “one of these things” e que não vai pousar de jeito nenhum até que seja seguro.

Enfim, o que acontece a seguir é que provavelmente o infeliz piloto ou morre ou vira um zumbi e cai com o helicoptero. Ainda não tive a chance de testar, mas to aqui no trampo comendo os dedos já vi que meu Steam baixou a atualização. Adivinhem qual vai ser a primeira coisa que farei assim que chegar no aconxego de minha gruta em minha casa…!
Pretendo gravar alguns videos no modo single e multi-player para postar aqui. Enquanto isso, babem no “poster” da nova campanha.

Nova campanha se passa após a queda do helicoptero utilizado na fulga do hospital.

Nova campanha se passa após a queda do helicoptero utilizado na fulga do hospital. Olha por esse angulo, até que o Bill não parece tão velho.

Mais tarde posto minhas impressões sobre o novo DLC e alguns videos de jogatina também.

Abraços a todos.





Batman: Arkham Asylum + Mods = FUN!

28 09 2009

Por Henrique Neto

É galerinha do barulho
Postzinho rápido enquanto preparo o review sobre o novo jogo do Homem-Morcego.
Pois bem, o demo de “Batman: Arkham Asylum” mal havia sido lançado e os fanáticos sem vida e sem mulher “modders já lançaram roupas modificadas pro Morcegão “Cavaleiro Negro”.
Pois é, a comunidade modder já lançou vários modelos de armaduras pro Bathomão Batman incluindo roupas do Capitão America e Lanterna Verde.
E o “pior” de tudo: Todas ficaram muito boas! Se eu não fosse tão preguiçoso e o processo para “instalar” as skins fosse tão trabalhoso, já teria testado algumas delas.

Abaixo, seguem algumas fotos dos modelos que achei mais bonitos na minha opinião.

Batman versão Lanterna Verde

Batman versão Lanterna Verde.

Batman, ou seria Capitão América chifrudo?

Batman, ou seria Capitão América chifrudo?

Batman by Tim Burton (meu favorito)

Batman by Tim Burton (meu favorito).

Batman "original"... Faltou só a barriguinha de chopp do seriado.

Batman "original"... Faltou só a barriguinha de chopp do seriado.

Lembra que o Coruja do Watchmen parecia com o Batman...?

Lembra que o Coruja do Watchmen parecia com o Batman...?

Roupa do filme "The Dark Knight"

Roupa do filme "The Dark Knight".

Roupa original do jogo, mas em versão toda preta.

Roupa original do jogo, mas em versão toda preta.

Batman Beyond

Batman "Beyond". Não sei o que é, mas achei legal.

Do filme "Batman: Begins"

Do filme "Batman: Begins".

Enfiaram fibra de carbono até no Homem-Morcego (ui)

Enfiaram fibra de carbono até no Homem-Morcego. (ui)

Tá, não sei que diabos é isso, mas achei engraçado.

Tá, não sei que diabos é isso, mas achei engraçado.

Enfim, se você quer saber comofas como se aplica essas roupas, você pode encontrar um tutorial em inglês explicando tudo direitinho e mais algumas roupas AQUI.

Bom… Post curtinho e básico basiqueta basicão para me dar tempo de preparar um review legal para esse jogo, afinal de contas, é o primeiro jogo do Batman que realmente presta pra PC.
Deixo também os meus agredecimentos ao meu grande amigo Claudio Prandoni pela força e por ter indicado esse link com os mods de Batman.
Abraços a todos e obrigado por todo o apoio.





Resident Evil 5 >>> Resident Evil 4. Co-Op é sempre mais divertido.

27 09 2009

Por Henrique Neto

E ae galerinha do balaco-baco.

Pois é, demorei um pouco para conseguir postar alguma coisa no blog, MAS, finalmente tenho um tempinho livre. O final de de semana foi bem corrido. Tive que instalar o meu cooler novo da CPU (um Noctua NH-U12P caso você esteja curioso), sem contar o tempinho pra chefe, policia, patroa e etc namorada. Pois bem, vamos ao que interessa.
RESIDENT EVIL 5.
Finalmente Resident Evil 5 saiu para PC. Após 500 mil milhoes de anos muito tempo do lançamento para os consoles. Mas bem, a demora valeu a espera, como já é de costume da Capcom. Primeiramente, na parte grafica, que na minha singela e ridicula opinião, é o “cartão de visita” do jogo. O visual é extremamente fantastico, conseguindo arrancar até da minha namorada (que odeio video-games e afins) as seguintes palavras: “Nossa! Que graficos bonitos…”.

Detalhe para os efeitos de motion-blur e HDR (high dynamic range).

Detalhe para os efeitos de motion-blur e HDR (high dynamic range).

Efeitos marotos de DoF (depth of field) e texturas detalhadas (reparem nos relevos na roupa do Chris)

Efeitos marotos de DoF (depth of field) e texturas detalhadas (reparem nos relevos na roupa do Chris)

Detalhe para o efeito de particulas na lava. Iluminação "fraca" também não é?

Detalhe para o efeito de particulas na lava. Iluminação "fraca" também não é?

Mais efeitos de iluminação e texturas.

Mais efeitos de iluminação e texturas.

Segundamente Segundo, graças a Alá o suporte ao combo mouse + teclado não foi esquecido como no Resident Evil 4. Sinceramente! Quem foi o “genio” que bolou os controles do Resident Evil 4 para PC? Melhor ele manter distancia da minha pessoa. Jogar Resident Evil 5 com mouse e teclado é coisa linda de Deus simplesmente perfeito. O jogo fica infinitamente mais facil e mais divertido, na minha opinião.
Outro “plus” ponto positivo do jogo é o modo multiplayer cooperativo. Sempre fui grande fã de jogos que contam com modo cooperativo, Left 4 Dead, Gears of War 1, até o clássico Duke Nuken 3D (sim, era possivel jogar nas fases do jogo com seus amigos via lan ou rede “dial-up”). Pois zé Pois é, Resident Evil 5 conta com um modo co-op muito divertido que permite que você se junte a mais um amigo (que controla a “parceira” de Chris, Xéva Sheva) e jogar a campanha inteira acompanhada de seu colega, amigo e afins.
Mas para que tentar explicar com palavras se posso mostrar um video? Abaixo, seguem dois curtos gameplay, um gravado por mim e por meu camarada Thales Sakano jogando o 3º nivel do segundo capítulo que eu, particularmente, gosto de chamar de “O ataque dos zumbis motoboys” e outro que fiz já a um tempo para o meu canal mega super hiper fodasticamente estiloso do YouTube (www.youtube.com/user/lnetol) demonstrando algumas partes do começo do jogo.

Enfim, vejam por vocês mesmo.

*Devio a algum problema randomico, desgraçado, bandido, maldito e bizarro o video ainda não processado pelo Youtube*

Ataque dos zumbis motoboys (Co-op)

Gameplay de algumas partes do primeiro capítulo do jogo.

Okay, sei que a sincronização não ficou perfeita no primeiro video e a fase não é a melhor para demonstrar o modo co-op, mas acho que dah pra passar a ideia certo?

Enfim, não há muito mais o que falar. Resident Evil 5 superou minhas expectativas. Um jogo bonito, divertido de se jogar e muito bem executado, sem contar o fato de rodar super bem na maioria dos PCs medianos. Sim, você não precisa de acelerador de particulas Core i7 com 12gb de ram e uma HD5870 para rodar esse jogo nas configurações maximas.

Espero que vocês tenham gostado do curto review.
Abraços a todos…





Atualização rápida para ser ligeira e veloz rapidamente.

25 09 2009

Por Henrique Neto

Galerinha globeleza
Vou estar postando Postarei hoje mais tarde um pequeno review do Resident Evil 5 que inclui video de gameplay, um benchmark e também gameplay online no modo Co-0p.
Este post é só para informa-los que não esqueci do blog não, é que hoje é sexta-feira dia de cerveja e eu também sou filho de Deus certo?

Review em breve...

Review em breve...

Não esqueçam de verificar o site mais tarde. Prometo muito muito de pé junto Garanto que vai ser um review legal.

Abraços a todos.





Assassin’s Creed 2 de PC adiado… Sinto cheiro de DirectX 11.

24 09 2009

Por Henrique Neto

Pois bem galerinha doente.
Como vocês sabem, Assassin’s Creed 2 estava anunciado para  ser lançado em todas as plataformas (Xisboca Xbox360 e lápide preta 3 Playstation 3) em 17 de Novembro.
Pois bem. Hoje, por meio do Twitter da Ubisoft, foi anunciada a palhaçada o adiamento de Assassin’s Creed 2 para PC afirmando que a mesma foi adiada para “…favorecer a equipe de produção, para que esta versão obtenha a melhor qualidade possível.”
Pois bem.
Tenho para mim que este atraso “para obter a melhor qualidade possível” também pode ser chamado de “implementação de DirectX 11”. Vocês devem estár lembrados que o primeiro Assassin’s Creed foi um dos primeiros (e um dos mais bonitos também) jogos a suportar DirectX 10.
Será que acerto nessa previsão? Mark my words Lembrem-se que falei isso. Se eu estiver certo, eu jogo na mega-sena ficarei feliz.

Enfim, segue algumas fotos de um dos jogos “Must Have”.

Finalmente você não precisará ter medo da água.  O "assassino" saberá nadar.

Finalmente você não precisará ter medo da água. O "assassino" saberá nadar.

Será que o DirectX 11 vai conseguir deixar o jogo ainda mais bonito?

Será que o DirectX 11 vai conseguir deixar o jogo ainda mais bonito?

Sério! Como esse jogo pode ficar mais bonito?

Sério! Como esse jogo pode ficar mais bonito? Engraçado que com todo esse tom laranja, lembrei de Call of Juarez 2 (jogo muito bom diga-se de passagem)

Run Forrest!!! Detalhe vai para a quantidade de "Pessoas" na tela.

Run Forrest!!! Detalhe vai para a quantidade de "Pessoas" na tela.

Efeitos de luz "bonitos"? Impressão sua.... (NOT)

Efeitos de luz "bonitos"? Impressão sua.... (NOT)





Senhores, CONTEMPLEM! Radeon HD5870. Benchmarks oficiais finalmente dão as caras.

23 09 2009

Por Henrique Neto

Fala galerinha mais ou menos.
Bom, como todos sabem, hoje, dia 23 de setembro, é a data oficial de lançamento da nova série HD5800 da ATI e como é de costume, os sites “oficiais” de reviews já tiveram a chance de testar a nova caixinha de diversão placa.
Pois bem, como a ATI havia prometido, a placa realmente entrega desempenho pelo menos 20% superior a GTX 285 da nVidia, na maioria dos casos e performance semelhante em alguns dos jogos testados (maldita hora que fui comprar uma HD4890).
Enfim, seguem alguns benchmarks que catei na cara dura da Tom’s Hardware encontrei na internet.

Começando com Crysis. Finalmente uma single GPU para roda-lo "bem". Mesmo com Anti-Aliasing e resolução de 1920x1080. Detalhe para o "Epic Fail" da GTX 295 na resoluçao 2560x1600

Começando com Crysis. Finalmente uma single GPU para roda-lo "bem". Mesmo com Anti-Aliasing e resolução de 1920x1080. Detalhe para o "Epic Fail" da GTX 295 na resoluçao 2560x1600

Como vocês podem ver, a HD5870 tem força o suficiente para comer com farinha Crysis mesmo em 1920×1080 com Anti-Aliasing x 8 sendo mais rapida até que a “antiga” HD4870x2. Colocando duas HD5870 para trabalhar em Crossfire não trouxe muitos beneficios, ficando proximos da pontuação de duas GTX 285 em SLI, mas talvez com o amadurecimento dos divers dorgas mano riariaria drivers, a performance em Crossfire melhore. O detalhe do benchmark vai para a GTX 295 que com apenas 896mb de memória por núcleo, não foi capaz de rodar o benchmark com tais configurações. Isso prova que nem sempre a placa “flagship” mais rapida do mercado até então é necessariamente a mais adequada para o seu uso.

HD5870 em Crossfire S2 Far Cry 2.

HD5870 em Crossfire S2 Far Cry 2.

O resultado do Benchmark do Far Cry 2 com duas HD5870 em Crossfire chega a ser ridiculo supreende. A configuração em Crossfire é 20fps mais rapida que a configuração em SLI de GTX 285 e absurdos 41fps mais rapida que uma GTX 295 sendo alcançada pelo SLI de GTX 285 apenas na resolução de 2560×1600.

Grand Theft Auto obviamente "gargalado" pelo CPU utilizado no teste. Nada menos que um Core i7 965 overclockado para 3.76ghz.

Grand Theft Auto obviamente "gargalado" pelo CPU utilizado no teste. Nada menos que um Core i7 965 overclockado para 3.76ghz.

Não sei proque os sites de review ainda insistem em usar Grand Theft Auto IV como benchmark. Está mais do que claro que nenhuma das placas pode entregar todo o seu poder neste teste, mas creio que se a CPU não fosse o fator limitante, a configuração de GTX 285 em SLI seria a mais rapida até 1920×1080 e ficando pouco atras do Crossfire de HD5870 na resolução de 2560×1600. Detalhe para a GTX 285 que se saiu muito bem em 2560×1600 marcando 10fps a mais que a concorrente HD4890. Uma observação para a GTX 295 que novamente não foi capaz de rodar o benchmark a 2560×1600 por falta de memória. Isso prova que nem sempre a placa “flagship” vai suprir as suas necessidades.

HAWX, claramente otimizado para hardware ATI entregando quase o dobro de performance em Crossfire comparado com a configuração em SLI.

HAWX, claramente otimizado para hardware ATI entregando quase o dobro de performance em Crossfire comparado com a configuração em SLI.

Tom Clancy’s H.A.W.X. eh claramente otimizado para hardware ATI (mas é claro, veio até a versão original/completa junto com a minha HD4890) fazendo com que a performance de uma HD5870 seja semelante ao SLI de GTX 285. Aliás, até a “velha” HD4890 chegam proximas da configuração em SLI de GTX 285 e ficando apenas 6fps atras na resolução de 1920×1080.

Enfim, a nova serie de placas da ATI realmente chegou chutando bundas forte ao mercado e cumpre com boa parte das promessas. Agora, fico no aguardo do contra-golpe da resposta da nVidia para esta série. E espero que essa resposta venha logo, porque as HD5870 estão sendo vendidas a preços altissimos. Você pode encontra-las hoje no Mercado Livre por R$ 1.600 em caráter de pré-venda sendo entregue somento em 20 de outubro. Ou seja. NEM ROLA! Completamente inviavel para um pobre trabalhador proletariado de trabalho braçal e escravo comum.
Bom, cabe a mim esperar. Enquanto isso, vou me contentando em ver fotos e  videos de unboxing.

Seguem mais algumas fotos das HD5870 de outros fabricantes e de gratis de brinde, um video de unboxing de uma HIS Radeon HD5870.

Sortudo maldito que já tem uma HD5870 da HIS para testar. Detalhe para o kitzinho “gamer” que vem com chaves de fenda e lanterna de LED. XIC NOS URTIMO!

HD5870 da Gigabyte. A segunda placa mais bonita dessa série perdendo apenas pro modelo da XFX. Na minha opinião é claro.

HD5870 da Gigabyte. A segunda placa mais bonita dessa série perdendo apenas pro modelo da XFX. Na minha opinião é claro.

HD5870 da HIS. Bonita, mas a "espadinha" é completamente dispensavel.

HD5870 da HIS. Bonita, mas a "espadinha" é completamente dispensavel.

XFX HD5870 por outro angulo (primeira foto no post do dia 21/09). A mais bonita na minha opinião. Vocês tem que concordar. A combinação de cores e a textura do colante são lindos.

XFX HD5870 por outro angulo (primeira foto no post do dia 21/09). A mais bonita na minha opinião. Vocês tem que concordar. A combinação de cores e a textura do colante são lindos.

E é isso ae pessoal.
Não se esqueçam de comentar e de assinar o meu Feed RSS.